Morre no Rio o médico Carlos Alberto Morais, referência no tratamento da Aids no Brasil

O médico Carlos Alberto Morais de Sá, 76 anos, morreu neste sábado (26), no Rio de Janeiro. De acordo com nota da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro ( Unirio), Morais de Sá teve complicações decorrentes de doenças crônicas.


Médico Carlos Alberto Morais de Sá morreu no Rio neste sábado — Foto: Reprodução/ Unirio

Pioneiro no Brasil em tratamento a pacientes com Aids ainda no começo dos anos 80, o médico contribuiu para a construção do Centro de Referência Nacional no tratamento da doença, no Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG), onde trabalhava e era professor titular desde 1972. O médico também ajudou a criar a ONG Viva Cazuza, fundada em 1990 pelos pais do cantor. Trajetória O professor Carlos Alberto Morais de Sá se formou em Medicina pela Unirio, em 1968. No mesmo local concluiu o doutorado e sua livre-docência, em clínica médica, no mesmo ano. Em 1983, ele passou a ser coordenador do Centro de Referência Nacional em HIV/Aids do HUGG. Entre 1987 e 1993, o médico atuou como consultor do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação. Ele também foi integrante da Comissão Nacional em HIV/AIDS. Ao longo de seus quase 50 anos dedicados ao HUGG, Carlos Alberto Morais de Sá atuou na formação de médicos da universidade.




FONTE: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/09/27/morre-no-rio-o-medico-carlos-alberto-morais-referencia-no-tratamento-da-aids.ghtml

3 visualizações

Telefones (21) 3842-8323 / (21) 99315-0859 

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

Endereço: Rua: Antônio David, 354 - Parque Lafaiete, Duque de Caxias

© 2002 - 2019 Associação Missão Resplandescer.